Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ó LALÁ


Ó Lalá eu já fui
Ó Lalá já voltei
Ó Lalá eu te gosto
Ó Lalá já te amei

Ó Lalá fica assim não
Ó Lalá eu não aguento
Ó Lalá tanta tristeza
Ó Lalá e lamentos

Ó Lalá fica em paz
Ó Lalá avecha não
Ó Lalá tu consegue
Ó Lalá desiste não

Ó Lalá é isso aí
Ó Lalá eu gostei
Ó Lalá por tudo isso
Ó Lalá eu já passei

Ó Lalá conseguio
Ó Lalá parabéns
Ó Lalá tu gostou...
Ó Lalá eu também...

Ó Lalá


Leidiana S Silva

MEU FUSQUINHA 46


Completei dezoito anos
Tirei minha habilitação
Com a esperança de comprar
Um tremendo carrão

Depois de habilitado
O que eu conseguir
Foi um fusca 46
Que não é tão ruim assim

Meu fusquinha cor de rosa
É uma belezinha
Assim que eu o peguei
Fui dá uma voltinha

Fui ao centro da cidade
Nos bairros mais badalados
Passeei a beira rio
Em meu fusca turbinado

Gastei toda a gasolina
Até o carro parou
Tive que empurra-lo na banguela
Até em um posto chegou

E o pior é que a gasolina
Eu tinha que comprar
E meu dinheiro tinha acabado
Pois o carro eu tinha pagado

Meu fusca ficou parado
Até o mês seguinte
 Tirei disso a conclusão
Que um carro é uma família

Gasta mais do que criança
Depois de nascer
É IPVA e gasolina
Documento tem que fazer

Temos que pensar bem
Antes de um carro querer comprar
Temos que avaliar bem
O quanto vai gastar
E avaliar melhor ainda
Se o vai poder bancar.

Leidiana S Silva

O AMIGO MORDOMO


 Mordomo foi um cara
Que por muitos foi querido
Apaixonado pelo Corinthians
Em sua testa tatuou
O símbolo do seu time
Que foi o que ele mais amou

Suas paixões
Era o Corinthians
E as crianças da comunidade
Que o achava chuchu
A maior figura da cidade

Infelizmente o mordomo
Foi atropelado e faleceu
Mais deixou muita saudade
E todos que o conheceu
Ficou com as lembranças
Muitas delas engraçadas
Do mordomo e as crianças
O amigo da favela
Defensor da criançada

O mordomo do Palmeirinha
Com todas as dificuldades
Encontrava alegria
Para cumprimentar
A todos da comunidade
Toda a hora, todos os dias,
Ele era feliz de verdade!

No dia das crianças
Ele saia para arrecadar
Doces e brinquedos
Para às crianças doar

Sua alegria para sempre
Há de prevalecer
Nas lembranças dos amigos
Que ele fez na cidade
E de todas as pessoas
Que o gostava de verdade

“Minha mãe tá boa, e a sua!”

Leidiana S Silva

A FORMIGA SINDY


 Sindy é uma formiga
Uma formiga cortadeira
Que adora cortar
As folhas das roseiras

A Sindy vive
No jardim do Vavá
E não pode ver uma folha nova
Que logo vai cortar

Vavá está desesperado
Não sabe mais o que fazer
Para evitar que essa formiga
Sua roseira vai comer

O coitado tem uma peninha
De veneno bombear
Para matar as formigas
E suas rosas intoxicar

Que tem sorte mesmo é Sindy
A formiga cortadeira
Que vive trabalhando
Cortando folhas de roseiras.

Leidiana S Silva

O MACACO CACO

Caco é um macaco
Do parque nacional
Para ele banana
É a fruta mais legal

Que macaco louco
Eu canso de dizer
Pois não pode ver comida
Que logo quer comer

Gosta de macacada
Gosta de bananada
Gosta de balanço
E de coisas engraçadas

O macaco Caco
É um atrapalhão
Que gosta de brincar
Se balançando de montão

No pé de jacarandá
Do parque Nacional
Saudável e feliz
Em seu ambiente natural.

domingo, 21 de outubro de 2012

CHUVA ABENÇOADA


Toc, toc no telhado
A chuva começou a cair
Esfriou derepente
Ficou bom foi para dormir

Continuou a chover
E também frio fazendo
Me deitei na minha cama
E o cobertor foi me aquecendo

Silêncio dentro de casa
Mais lá fora tá barulhento
Era o barulho dos trovões
E o assovio dos ventos

Choveu toda a manhã
Até de tardezinha
Continuou chovendo a noite
De madrugada e no outro dia

Foi uma chuva abençoada
Por Deus nosso Senhor
Pois estava uma seca
Que o chão até rachou

Com essa chuva que deu
O verde começou a brotar
Acabando com a seca
Que estava a nos assolar

O que estava escasso
Agora é fartura
Pois temos variedades
De frutas e verduras

Após a chuva passar
Abriu-se um lindo sol
E a rua que estava isolada
Encheu-se de criançada

Comemorando o sol que abriu
E a chuva que passou
Fechando as rachaduras da terra
Que a seca formou.

Leidiana S Silva

NOVO! SEMPRE UM RECOMEÇO


Arriscar-se ou não?
Eis a questão!

Novo!!!

É uma palavra de animo, força
Mais principalmente assustadora
Isso mesmo!!!
O novo assusta,
Dá esperança mais também insegurança.
O novo é o que se espera,
Mais é assustador;
Pois a questão é ...
"Arriscar-se ou não!"

Novo é aventura,
É uma nova direção...
Mais também é duvida,
Assustadora insegurança,
Medo de encarar o desconhecido.

Mais o que fazer para encarar o novo?
O que fazer?

O novo é esperado,
Mais é desconhecido,
Assusta e amedronta a pessoa,
Impedindo ela de progredir
De seguir em frente

Por ser algo novo, esperado,
Mais desconhecido.
O novo aterroriza!

Mais não há segredo,
O importante é;
Ter a convicção de que!
Tudo que é novo envelhece
Que o desconhecido,
Vira íntimos, velhos conhecidos
Que uma hora tudo se ajeita.

NOVO! É novidade, mais acabará sendo um hábito.
Ninguém nasce conhecendo ninguém
Quando vimos ao mundo.
Não conhecemos nem a nossa mãe,
Que depois ela se torna
A pessoa mais importante da nossa vida,

Mais tem um segredo?
Sim tem um segredo
Muito simples de descobrir!

O segredo é,
Encarar o desconhecido
Não ter medo de seguir em frente
É pensar positivamente
E olhar para o futuro...
Pois o futuro
Sempre reserva coisas boas para nós,
Só depende de nós mesmos...

O importante é tentar.
Pois só se consegue tentando.

Só se faz tentando
E só se termina fazendo.

É importante encarar o novo com fé e confiança,
Esperando um futuro promissor e feliz

 “E lembrar-se que o novo fica velho"
Isso sem dizer que você acostuma e se habitua...
Com o ilustre desconhecido
Tendo com o novo convivido

Supere o desconhecido, escalando em rumo
Às novidades, e ao sucesso.

Aventure-se sempre que possível,
E encare o novo como se fossem velhos conhecidos

Leidiana S Silva!

O SEGREDO DA FELICIDADE PROFISSIONAL


Qual o segredo da felicidade profissional?
É possível ser feliz profissionalmente?
Onde está o segredo?

O segredo da felicidade no trabalho reside em uma palavra:

 “Excelência"
A excelência é o topo
Da conquista pessoal
Da amorosa
E também da profissional

Está na perseverança e vontade de fazer!

Porque faz bem aquele que gosta do que faz
Querendo tudo é possível...
Não é fácil encontrar a felicidade não
Mais é possível encontra-la

Encontra-se ela rapidamente
Quem confia e é persistente
Mais que não é
Ou confiança não tem

Demora um pouco
Até que a felicidade vem
Junta da conquista
E da realização
Para a alegria de todo aquele
Que a procurou de coração.

Leidiana S Silva

CADA DIA É ÚNICO, APROVEITE!

Ser feliz é viver o hoje intensamente
É aproveitar cada momento da vida
E de preferência fazer a todos a sua volta feliz

Não é difícil,
Pode fazer alguém feliz com um simples gesto
Um simples sorriso, 

Seja feliz e viva a vida
A cada dia como se fosse único, 

Pois o dia é iluminado e aquecido,
Da luz do sol e do calor humano
E temos muito o que fazer
Para o nosso dia bom ser

Aproveite as coisas boas da vida
Aproveite cada instante
Todos os momentos

 É para não ser mais esquecido.
Aproveite as coisas boas,
Intensamente...

Pois como se diz 
cada dia é único, inigualável...
Seja feliz e viva a vida a cada dia
Como se fosse único.

Leidiana S Silva

QUEM PERDÃO DÁ, PERDOADO É


A nossa vida é cheia de altos e baixos
No mesmo tempo em que estamos de bem com alguém,
Já não estamos mais
É como se diz:
“O dia de amanhã a Deus pertence, e só ele conhece”
Tirando ele mais ninguém sabe do dia de amanhã!

Principalmente "Não sabemos de quem vamos precisar, 
Amanhã ou depois..."
Por isso temos que saber perdoa as pessoas, com que convivamos
E pensar duas vezes ou mais antes de dissermos algo que magoei nossos próximos

Nos as vezes extrapolamos em nossas conversas e brincadeiras
Sem medir as consequências,
E sem percebermos magoamos nossos amigos.
Daí muitas das vezes não tem coragem ou até mesmo.
 Não queremos da o braço a torcer e pedir perdão,
Daí que perdemos uma preciosa amizade;
Por puro egoísmo!

O perdão é essencial na vida do ser humano
É importante para quem dá e para quem o recebe.

Sem falar que dá um alivio enorme de saber que alguém te perdoou
E uma grande satisfação por ter perdoado.

O perdão é a chave da salvação

Não se esqueça de que perdão para ser perdão tem que vir do coração.

Leidiana S Silva

EM SAPATO DÁ FEIJÃO ENQUANTO HÁ SECA NO SERTÃO




É uma historia verdadeira
A que eu vou lis contarem
Prestem bem a atenção
Porque é para impressionar

A seca do sertão
Não é surpresa para ninguém;
Muitos sabem, já viu ou ouviu falar.
Da tremenda seca do sertão nordestino.
É lamentável o tanto que essa terra sofre com a seca
Sofre a terra, as plantas, o povo e os animais...

"Deus salve o sertão!!!"

Mais enquanto o sertão sofre com a seca, 
Em Votorantim
No interior de são Paulo
Nasce pé de feijão em sapato; 

...Dá para acreditar!

Uma imagem impressionante...
Desse jeito sapato velho vai valorizar!
Só falta saber
Quem deu nutriente
Para o nascimento e crescimento do feijão?
Se foi a umidade
Ou o chulé do bendito pé!

Leidiana S Silva

TOC-TOC


Toc-toc
Está batendo
Toc-toc
Quem será?

Toc-toc
Em minha porta
Toc-toc
“Vou abrir”

Toc-toc
Abrir a porta!
Toc-toc
Não tinha ninguém

Toc-toc
Fichei a porta
Toc-toc
Pra dentro entrei

Toc-toc
Tornou bater
Toc-toc
Quem é não sei

Toc-toc
Não vou abrir
Toc-toc
Não sei quem é

Toc-toc
Se bater
Toc-toc
Eu vou ver

Toc-toc
Quem será?
Toc-toc
É você!

Leidiana S Silva

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ORELHÃO



Nunca vir maior
Nem num animal
A sua grandeza
É fenomenal

É um guarda sol
Protetor solar
Na sua linhagem
É o maior que ha

Socorro no ar puro
Quando preciso é
Fazer uma ligação
Conectar-se com o mundão

Orelhão amigo
De quem telefone não tem
Orelha do orelhão
Não tem para ninguém

Orelhão na chuva
É como um guarda chuva
Protege sua cabeça
Como se fosse uma luva

Ele foi uma inversão
Que marcou a nossa historia
Pois está sempre a disposição
A todo o instante a toda hora

Leidiana S Silva

terça-feira, 16 de outubro de 2012

AMIGO PROFESSOR

Foto: AMIGO PROFESSOR

Meu professor amigo
Minha inspiração
É o que quero ser
Quando eu crescer

Por isso vou estudar
Nos estudos me empenha
Para quando me formar
Um professor me tornar

O professor é durão
Quando preciso é
Mais também é companheiro
Das crianças é o espelho

Amigo das crianças
O professor entende
Que criança é sensível
Que criança é carente

Carente de carinho
Carente de amor
Carente de cuidado
E atenção do professor

Quando a criança
Na escola está
É o professor
Que carinho tem que dá.


 Leidiana S Silva

http://leidianaepoesia.blogspot.com.br/2012/10/amigo-professor.html
Meu professor amigo
Minha inspiração
É o que quero ser
Quando eu crescer

Por isso vou estudar
Nos estudos me empenha
Para quando me formar
Um professor me tornar

O professor é durão
Quando preciso é
Mais também é companheiro
Das crianças é o espelho

Amigo das crianças
O professor entende
Que criança é sensível
Que criança é carente

Carente de carinho
Carente de amor
Carente de cuidado
E atenção do professor

Quando a criança
Na escola está
É o professor
Que carinho tem que dá.


 Leidiana S Silva

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

POMBINHA BRANCA SÍMBOLO DE DEUS












Esplendorosa
Símbolo da paz
A pombinha branca
É linda de mais

Transmite alegria
E também confiança
Além de ser muito querida
Por todas as crianças

A imagem da pombinha
Representa a paz mundial
E a presença de Deus
No meio de que o clama

Na arca de Noé
Após o dilúvio ter acontecido
Foi o animal escolhido
Para da arca descer
E verificar
Se a vida na terra
Tinha voltado a brotar

Demonstrando obediência
A pombinha retornou
Com uma folha em seu bico
“A vida na terra retornou”

Uma pomba desceu
No batismo de Jesus
Simbolizando o espírito de Deus
Resplandeceu a sua luz

A pombinha
Branca ou dourada
Por Deus é simboliza
De Jesus é sagrada.

Leidiana S Silva