Poetisa Leidiana S. Silva

Poetisa Leidiana S. Silva
********

terça-feira, 30 de maio de 2017

UM SOFRIDO DILEMA

Para suportar sofrimento
É visível que não sou forte
E em questão de ser feliz
Nunca, nunca que tive sorte

Minha vivência é em singular
Pois sempre vivi a penar
Sozinha... sem ninguém
Para ao menos conversar

Procurei mudar este quadro
E procurando uma solução
Procurei por um alívio
Um fim para a decepção

É tanta... tanta solidão
Que de repente surge do nada
Juro já não mais aguento
Viver tão decepcionada

Se decepção fosse dinheiro
Muito rica eu iria estar
Só que acho que é azar
Pois só me faz chorar!

Mas aprendi a suportar
Esse tão grande dilema
Ciente de que todo mundo
Como eu tem seu problema

Mas é triste viver num mundo
Que tudo e todos te faz sofrer
Onde parece que até o universo
Está conspirando contra você

Onde a tristeza só te consome
Igual a estômago com muita fome
Onde você parece um indigente
Sem um parente, origem ou nome

Onde você se sente um detendo
Daquele com um peso preso no pé
Onde a decepção é tão grande
Que mata aos poucos a sua fé

"Agora me diz o que fazer!"
Se a minha vida é assim
Sei que outras pessoas também
Vivem um dilema igual a mim

Por isso dou graças aos céus
Por sua grande... companhia
De noite todo estrelado
E belas nuvem de dia

De noite a lua para admirar
E de dia um lindo sol a brilhar
Mais o vento que desce das nuvens
Para fazer frio e também refrescar

Além de ficar muito contente
E admirada ao ver o luar
Gosto de ver às árvores floridas
E ver também pássaros à voar

Alegria mais que natural
E o que tem a natureza
E infinita felicidade
Tem o céu com toda certeza

E vendo essas maravilhas
Esqueço um pouco o sofrer
E vejo que o mais importante
Alegre ou triste é... "viver"

E depois de estar vivo
O importante é ter saúde
Então... pensando bem
Não quero que nada mude

Pois pensando melhor
Nem tudo é sofrer
A vida boa pode ficar
Mas depende de você

Esquecer problema
E esquecer solidão
E o primeiro passo
Pra não sentir decepção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário